VÍDEOS INTERESSANTES! CLIQUE E ASSISTA!

Loading...

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Software bilingüe

Programa de computador que apoia o aprendizado de leitura e escrita.
Reportagem: Envolverde/UnB Agência



A inclusão de um aluno surdo no ensino comum ainda precisa superar muitos desafios. Na prática, o que se vê é uma total falta de informação sobre a surdez. Alunos surdos sendo incluídos nas mesmas escolas que estudantes com Síndrome de Down, uma situação completamente diferente ou ainda, pais solicitando às escolas que os professores ensinem seus filhos surdos a falarem, ainda que não compreendam o significado do que estão falando. Para ajudar os surdos, o professor do Instituto de Psicologia (IP) da Universidade de Brasília (UnB) Domingos Sávio Coelho, desenvolveu o software bilingüe que vai facilitar a alfabetização.

Para ter uma idéia da importância desse trabalho, cerca de 80% da população de surdos abandonam o ensino fundamental por falta de apoio durante a aprendizagem e apenas 3% completam ao ensino médio. A UnB possui apenas três surdos entre os seus 21 mil alunos. Dados da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis), apontam para 3,5% da população do DF com algum grau de déficit auditivo e no Brasil são 2,5 milhões de pessoas surdas.

O software livre já está disponível na Internet para ser utilizado pelo professor como ferramenta de apoio para o ensino de surdos. O endereço é http://www.surdobilingue.org. "A criança que utilizá-lo vai aprender primeiro a língua de sinais - linguagem natural do surdo - e depois a palavra em português, a segunda língua que ele deve aprender, e por último, vem o desenho da figura auxiliando a identificar a palavra", explica Coelho. O programa também dispõe de uma série de exercícios para ver se o aluno compreendeu o que foi ensinado e permite que o professor saiba o número de acertos e erros cometidos por cada criança, além do tempo que ele levou para compreender a palavra. A ferramenta também poderá ser utilizada pelo professor no preparo das aulas que serão incluídas na Internet. "A vantagem desse procedimento é que mais tarde outros professores também poderão compartilhar conteúdo e até trocar informações sobre o aproveitamento das aulas", garante o pesquisador, que desenvolve esse trabalho há dois anos.

Depois de finalizado, o software também será testado com alunos surdos de escolas públicas do DF. O projeto tem o apoio do Decanato de Extensão (DEX) da UnB, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e custou R$ 10.990.


4 comentários:

Marcos Frazão disse...

O Site para downloads do soft está com defeito, porum acaso vc não teria outro endereço eletrônico para que possamos fazer o downloads?

Amanda disse...

Oi tbm, gostaria de baixar o programa para minha monografia, e não estou conseguindo, por favor teria uma outra maneira ?

Fran disse...

Oi sou estudante e estou escrevendo um artigo, mas não consigo acessar o software. Gostaria de receber informações a respeito dele. Obrigada!

Roberio Catelani disse...

OLÁ MEU NOME É ROBERIO CATELANI, SOU PROFESSOR E ALUNO DA PUC RIO E ESTOU FAZENDO UM TRABALHO SOBRE INCLUSÃO DE PESSOAS COM SURDEZ. EXISTE OUTRO ENDEREÇO PARA BAIXAR O SOFTWARE "SURDOBILINGUE" O SITE QUE TODOS INDICAM NÃO FUNCIONA.

OBRIGADO